[ editar artigo]

Atitude digital: reflexo da nossa atitude interior

Atitude digital: reflexo da nossa atitude interior

Nesse período de incertezas onde vivenciamos uma pandemia, um turbilhão de sentimentos e emoções povoa a mente da coletividade.

Cada um é impelido a refletir e a repensar sua própria existência, suas crenças, seus métodos, suas atitudes e/ou sua omissão. Somos convidados a fazer um “inventário” daquilo que já realizamos, nossos resultados e como eles estão sendo impactados pela crise global. A zona de “desconforto” emergiu de uma forma nunca antes vista em nossa história recente.

Nas últimas semanas tive o prazer de participar do curso Atitude Digital ministrado pelo João Rios e Xando Natsume. Impulsionado um pouco pela ânsia de aprender e me inteirar mais sobre os negócios digitais, mas também pela extrema necessidade de num momento de crise ter que obrigatoriamente tomar uma decisão de não mais postergar uma carência que estava cada vez mais notória: todos precisamos de alguma forma estar no mercado online, pois é evidente que essa distância imaginária entre o negócio físico e o negócio online tende a desaparecer. Para muitos já desapareceu faz tempo, mas para nós que estamos dando os primeiros passos (agora com a orientação de quem entende e já fez), o caminho será de muitos desafios e dificuldades.

E qual será o principal desafio que todos teremos que enfrentar diariamente para que consigamos materializar nossos desejos e metas e transformarmos na realidade que queremos vivenciar?

Pelo que aprendi recentemente no referido curso a resposta é ATITUDE. Não a toa como disse nossos mentores, esse foi o nome do mini curso (mini?) atitude digital. Pois se não somos capazes de vencer o cansaço, preguiça, comodidade, conformismo, desânimo e todo o desconforto causado por não colocarmos nossos potenciais a disposição do próximo, se isso tudo não provoca uma ATITUDE da nossa parte, então certamente há muita coisa a ser trabalha interiormente para que superemos essa barreira que nos impede de agir a favor da nossa própria felicidade, realização e paz interior.

Nos 4 encontros já realizados, levo comigo a convicção de que realmente “não existe mentoria de atitude”, que “o excesso de ferramentas atrapalha” (pois as ferramentas passam, mas as estratégias ficam) e que com “conhecimento (ciência), Deus e atitude” somos imparáveis e podemos realizar tudo o que nos propusermos a realizar.

Portanto, a atitude digital será sempre um reflexo da nossa atitude interior perante a nós mesmos, ao próximo e ao mundo.

 

 

Vivendo de Conhecimento
Thalles Mello
Thalles Mello Seguir

Thalles Mello, 39 anos, Personal Trainer há 18 anos. Autor dos livros Academia com Alma, Parceria Evolutiva e Espiritualidade Consciente. Escreve sobre as temáticas exercício físico, espiritualidade, autoconhecimento e relacionamentos.

Ler conteúdo completo
Indicados para você